Ninguém nos prometeu nada. Ninguém disse que adormecêssemos esta noite com a certeza de que amanhã um novo dia nos trará os nossos sorrisos. Ninguém nos garante nada porque o medo das coincidências é maior. Ninguém nos fez a promessa de que iremos continuar juntos apesar de agora isso não poder acontecer. Não se pode prometer que quando tudo isto passar ainda nos vamos querer. Ninguém nos prometeu nada e mesmo assim continuamos a esperar sempre mais uma madrugada. Mesmo que seja só uma madrugada em que levo o meu carro até à porta de tua casa, em que desces de calções e camisola larga para me dar um beijinho nos olhos e adormecer umas horas no meu ombro. Fui só eu que nos prometi mais uma madrugada.

Sem comentários:

Enviar um comentário