O Camus disse que o amor exige um pouco de futuro e é por isso que acho que Portugal deixou de gostar de mim. Apesar de não me imaginar a ser feliz noutro lugar, Portugal expulsa-me diariamente a cada estágio para o qual pago, a cada “não pagamos deslocações”, “full time a custo zero”, “não tem experiência”. Antes batia-me ao de leve nas costas com as estatísticas dos jovens desempregados, hoje escorraça-me na praça pública. Não há nada mais triste do que ser expulsa de casa. 

Sem comentários:

Enviar um comentário